Escolha uma Página

Visão de Empreendedor

F.C. Hall era um distribuidor de instrumentos e equipamentos feitos em Fullerton, na Califórnia, por Leo Fender, inventor das guitarras Fender. Hall prosperou com suas técnicas de marketing aplicadas na distribuição das novas guitarras de corpo sólido. Comprou as ações da Electro String de Adolph Rickenbacker e acionistas, modernizando a linha das guitarras Rickenbacker. Esse empreendedor tinha o pensamento voltado para o consumidor de seus produtos, adaptando e melhorando os modelos que fabricava.

Com a popularidade dos instrumentos elétricos a partir de 1950, as guitarras de corpo sólido se tornaram uma febre entre os músicos. Hall introduziu os modelos de guitarras Rickenbacker 600 e 800, projetos de seu gerente Paul Barth. A inovação nesses modelos foi o captador “humbucking” de duas bobinas que também podia funcionar como “single coil” com o uso de uma chave seletora.

Rickenbacker Modelo 360

Rickenbacker Modelo 360

Os Beatles e as Guitarras Rickenbacker

A Rickenbacker já tinha 25 anos de história, quando lançou o modelo 400 para estudantes, apelidada de borboleta. Em seguida foi lançado um modelo de baixo elétrico de corpo sólido. A característica desses instrumentos é que era montado em torno de uma peça única de madeira ao longo do braço. As duas partes do corpo eram coladas a ela.

O sucesso das guitarras Rickenbacker aconteceu quando os Beatles explodiram. Eles usavam vários modelos Rickenbacker nos primeiros anos e até o grupo se separar. John comprou sua primeira Rickenbacker modelo 325, preta, em Hamburgo no início da história da banda. Tocou com essa guitarra em muitas das gravações dos primeiros discos dos Beatles. Despertou grande interesse pela marca que muitos acreditavam ser inglesa.

Outro modelo com design exclusivo da marca foi o baixo 4001S usado por Paul McCartney. Posteriormente os baixistas Chris Squire do Yes e Geddy Lee do Rush também fizeram desse modelo seu instrumento favorito. Seu design arrojado incluía os captadores originais desenvolvidos pela genialidade de George Beauchamp. Beauchamp era um dos fundadores da Electro, no início dos anos 30.

Guitarra Rickenbacker 620

Rickenbacker Modelo 620

Febre Entre os Famosos

Após a exposição da marca pelos Beatles, outras bandas como os Byrds, Creedence, Steppenwolf, The Who, John Kay e Carl Wilson tornaram-se usuários das guitarras Rickenbacker. Tom Petty e os Heartbreakers, The Jam, REM, Oasis, Pearl Jam, Radiohead e U2 fazem parte da galeria de fãs das guitarras Rickenbacker. Com isso, o tempo de espera para receber uma guitarra encomendada na fábrica, que era de seis semanas, aumentou para seis meses.

Com o crescimento das vendas, a Electro String que se situava em Los Angeles mudou-se para a cidade vizinha de Orange County. Aumentou a capacidade de produção e lançando muitos novos modelos, incluindo guitarras de 12 e baixos de 8 cordas.

Só na década de 1970 a fábrica lançou modelos com braços parafusados e captadores redesenhados. Outra novidade era os trastes ligeiramente inclinados no braço para ajuste do ângulo de inserção da mão do músico na escala do instrumento.

Baixo Rickenbacker 4001

Baixo Rickenbacker 4001

As guitarras Rickenbacker são feitas à mão, como nos primeiros dias. Ainda hoje oferece reedições dos modelos que consolidaram a marca nos anos 60 além de modelos customizados feitos sob encomenda.

Em uma entrevista a um programa de rádio nos anos 60, George Harrison desenhou uma guitarra em um papel enquanto falava com o Disc Jockey. O Dj perguntou do que se tratava. George então respondeu que havia desenhado uma Rickenbacker.

Translate »

Pin It on Pinterest

Share This