Escolha uma Página

O Sucesso do Baixo Fender Precision

O baixo Fender Precision, criação do designer de instrumentos Leo Fender, foi originalmente concebido para substituir o baixo acústico. O baixo acústico era pouco prático para transporte e difícil de ser ouvido depois da amplificação da guitarra e o surgimento de bandas cada vez maiores. Foi lançado em 1951 e como os outros instrumentos desenhados por Leo Fender. É um clássico do design produzido até hoje.

O baixo elétrico de corpo sólido foi uma revolução que chegou para ficar. Proporcionou mais versatilidade e liberdade para o baixista. Agora o músico podia tocar em pé, com o instrumento pendurado por uma correia, ou então tocar sentado de forma confortável. Tinha como grande vantagem, além do fato de ser eletrificado, trastes aplicados na escala. Como nas guitarras elétricas, em oposição aos baixos acústicos “fretless”. As bandas que usavam o contrabaixo acústico aderiram ao novo instrumento que resultava em um som mais impactante.

Baixo Fender Precision 51

Leo Fender introduziu o desenho de duplo recorte nesse modelo de baixo elétrico de corpo sólido. Seu mais revolucionário design, com amplo acesso à escala agora precisa do instrumento. Posteriormente esse duplo recorte no corpo (cutaway) foi também incorporado nas guitarras Fender Stratocaster.

O Precision vinha com uma escala de 20 trastes fixados no braço de maple que por sua vez era parafusado a um corpo sólido. Captador único ligado a um circuito elétrico com knobs para controle de volume e tonalidade. Trazia ainda uma peça fixada no corpo para descanso do polegar e uma ponte regulável. Vinha também com tensor (tirante) para regulagem da curvatura do braço em relação às cordas. Finalizando, tarraxas metálicas com engrenagens para uma afinação precisa.

Características do Baixo Fender Precision

As cordas para o novo instrumento foram encomendadas na VC Squier Company, de Michigan. Um detalhe interessante é que o Precision foi lançado mas o amplificador para baixo ainda estava em fase de desenvolvimento. O Bassman saiu em 1952, meses depois, quando o Precision já estava nas lojas.

Baixo Fender Precision Vinho

Em 1957 o baixista Bill Black fez algumas das gravações antológicas de Elvis Presley como Jailhouse Rock usando um Precision. A partir de 1958 o Precision foi lançado com algumas opções de acabamento e conquistou definitivamente seu espaço dentro das bandas. Foi incorporado tanto em apresentações ao vivo quanto nos estúdios de gravação, revolucionando a música popular em todo o mundo.

Entre os baixistas famosos que usam o Precision estão: Billy Gibbons (ZZ Top), Sting (The Police), Roger Waters (Pink Floyd) e John Deacon (Queen).

Translate »

Pin It on Pinterest

Share This